Quem sou eu

Minha foto
Campinas, SP, Brazil
Bem vindos! Me chamo Ricardo e sou campista desde menino. Apaixonado por uma barraca e pela natureza, quando o assunto é camping viro menino novamente. Hoje tento transmitir um pouco dessa paixão para minha família. E porque não transmitir essa paixão a mais pessoas? Por isso criei esse espaço, para contar as nossas histórias e experiências, trocar idéias, informções sobre campings, equipamentos e acessórios, e fazer amigos. Espero que gostem e que aqueles que buscam incentivo para a prática do campismo, encontre isso aqui. Abraços. Camping & Família

Pesquisar este blog

Carregando...

28/10/15

Cajón del Maipo - Chile

Saudações campistas.

Longe das barracas por algum tempo mas sempre em busca de uma aventura e dessa vez no "estrageiro". Fomos presenteados com alguns dias em Santigo no Chile e como estaríamos alí, do ladinho das Cordilheiras dos Andes por que não encaixar em nosso roteiro uma pequena aventura. 

Pesquisamos  muito e chegamos à um guia chamado Jorge (http://www.jorgeexcursiones.cl/), além de muito bem recomendado em sites e blogs de montanhistas e viajantes, como no site mochileiros.com, o Jorge também tem valores bem mais atrativos do que as grandes empresas turísticas que atuam em Santiago e roteiros muito mais interessantes do que apenas Valparaíso e Vale Nevado.

Jorge de vermelho e Miguel de azul

Depois de alguns e-mails fechamos o que seria nossa aventura, um trekking de 8 horas no monumento nacional El Morado à 3.800 metros de altura. Ficamos empolgados com as imagens e vídeos de pessoas que já visitaram esse lugar, mas no dia anterior ao nosso embarque a decepção, havia nevado muito na região e o parque estava fechado para passeios, apenas montanhistas profissionais e muito bem equipados poderiam passar e esse não é o nosso caso. 

Assim que chegamos em Santiago, entramos em contato com o Jorge para tentar remarcar esse ou qualquer outro trekking durante os dias em que estaríamos lá mas tudo levava a crer que não seria possível pois não tinha pessoas suficiente para fechar um grupo. Como esperança é a última que morre e como somos brasileiros e não desistimos nunca, depois de muita espera o Jorge resolveu nos levar para um passeio exclusivo nas montanhas. O fato é que no dia anterior ao passeio choveu em Santiago e consequentemente nevou muito nas montanhas então qualquer possibilidade de trekking estava cancelada mas isso era bom porque veríamos paisagens raras nessa época do anos. 

As 8:30 do dia 15 de Outubro fomos para o ponto de encontro onde o Jorge nos aguardava junto com o Miguel, o motorista da van. Nosso destino era a região de Cajón del Maipo, e depois de uns 40 minutos chegamos à cidade de San José de Maipo onde fizemos uma parada na praça para um café e um banheiro e e depois continuar subindo as montanhas sentido o Monumento El Morado, mas não entraríamos no parque. 







Realmente a paisagem era muito bonita. Ainda em San José de Maipo passamos por muitos parque as margens do rio com áreas para piquenique e camping, o que eu particularmente gosto pouco né? Fiquei doido com o que vi, tive vontade de ficar por ali mesmo mas quanto mais subiamos a paisagem ia se transformando com os primeiros sinais de neve sobre o telhadinho de uma casa ou sobre um carro, nas plantas e árvores no acostamento até que toda a paisagem foi tomada pela neve, sem contar as montanhas que nos faziam parecer formiguinhas. 




 


 












O Jorge nos explicou que essa paisagem sofreria uma mudança até o final do dia, a neve nas partes baixas derreteriam pois nessa época do ano os dias são quentes e quando neva o desgelo é bem rápido. No caminho era possível ver muitas cachoeiras pequenas nos imensos paredões das montanhas que se formavam devido ao desgelo. 



  
Já em meio a bastante neve encontramos uma linda cacheira bem grande, encostamos para caminhar até ela. 





 







Depois de muitas fotos e de momentos de contemplação das maravilhas da natureza voltamos para o carro e continuamos à subir até chegar na entrada do Parque El Morado já bem perto do vulcão. Isso mesmo um vulcão em atividade. Em todo o caminho que fizemos haviam placas que informavam rota de evacuação. Para quem vive ali isso é normal já pra nós não. Aproveitamos para tirar mais fotos e retornamos. 

Vulcão
Vulcão














E foi com esse visual maravilho que nos despedimos. Sem dúvida o momento mais esperado de nossa viagem. Super indicamos se você for ao Chile reserve um dia de sua agenda para conhecer essa região. 

Camping & Família